quinta-feira, 29 de abril de 2010

Se essa rua...












A rua abriga a infância de mãos dadas
que nela brinca como se fosse sua,
brilhantes pedras guardam segredos,
sonhos sonhados, sonhos dormidos
sonhos lavados, sonhos escorridos
sonhos escovados, sonhos acordados
a fumaça esconde desejos,
a penumbra desvela lampejos,
a carroça passa e o homem não.
Ah! se essa rua fosse minha....

(Loló)
(Foto de Eduardo Gageiro. Bairro Alto, Lisboa, 1969)

3 comentários:

  1. Lindo para começo. Tenha lindas inspirações.
    Soraia

    ResponderExcluir
  2. Poesia pura, dessas de doer o coração e o cotovelo. Adorei

    ResponderExcluir
  3. Pura sensibilidade.
    Cida Leal

    ResponderExcluir